Mãe na real, Pausa para um papo

Como consumir conteúdos em tempos de pandemia

A crise mundial causada pela Covid-19 mostra, entre outras coisas, que não temos controle quase nem dos nossos pensamentos, que dirá das notícias e dos conteúdos que invadem nossos celulares.

Denominada “infodemia”, a enxurrada de informações que chega em whatsapp, instagram, twitter, facebook pode esgotar a gente nesse olho do furacão em que estamos vivendo e tentar acompanhar todos os dados que saem a cada minuto é pedir pra ser massacrado dentro dele.

Não precisamos ficar alienados do que acontece, mas penso que chegamos num momento em que decidimos como consumir e processar todas as informações densas que chegam até a gente. Conversei como Alceu Martins, mestre e doutorando pelo programa de Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP) e especialista em psicoterapia comportamental, para falar sobre como podemos absorver as notícias sem pirar.

1// ACESSE AS FONTES DE NOTÍCIAS POR UM TEMPO LIMITADO

“Tendo em vista que o consumo de informação é importante para que possamos tomar as decisões mais apropriadas para nossas vidas, ainda mais em um momento de grande instabilidade sanitária, política e econômica, é fundamental para a manutenção da saúde mental, principalmente, para evitar crises de ansiedade, a escolha do consumo da informação em somente um período do dia.”, diz o especialista.

2// FAÇA UMA “TRIAGEM” DO QUE CONSUMIR

De acordo com Alceu Martins, pessoas que sempre trazem notícias ruins, o pronunciamento de autoridades e a vinheta do plantão de notícias podem desencadear no organismo reações parecidas com aquelas provocadas pelo medo, ou seja, a famosa ansiedade. “O contato contínuo com esses estímulos que sinalizam ‘ameaças’ é muito danoso para a saúde mental. Podem resultar em crises de pânico, em rituais de checagem, compulsões, abuso de drogas, insônia, variações de peso, variações de humor como tristeza e irritabilidade.”, observa Alceu.

3// NÃO PRECISA SE ISOLAR DO MUNDO

Uma coisa é fato, a internet tem contribuído para não nos isolarmos de vez. E vamos combinar que é um benefício já que somos os “seres mais gregários e sociais que existem no planeta”? Por ser um instrumento de socialização, a internet tem nos ajudado a suprir a falta do contato físico em certo ponto. Portanto, não precisa sair deletando suas redes sociais e aproveita a vantagem que a tecnologia nos oferece em tempos de reclusão. Já imaginou como deve ter sido muito mais difícil para as pessoas seguir o isolamento em outras crises sanitárias como a gripe espanhola, no início do século XX, ou a peste negra, que devastou a Europa no século 14, ou a cólera em 1817?

4// MODIFIQUE O ÂNGULO DO SEU OLHAR

É difícil controlar nossos impulsos e sentimentos nesse período de tanta instabilidade e perdas, mas precisamos ter esperanças de que dias mais calmos virão. Talvez este seja o momento certo para direcionarmos o nosso olhar para outras coisas para além das notícias entristecedoras. Por exemplo, se voltar para as artes que, aliás, nunca se tornaram tão acessíveis como nos últimos tempos. Lives e podcasts enriquecedoras também são um bom caminho. Sorte e proteção! Bjs

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s