6 maneiras de trabalhar a mente para não sabotar o seu sucesso em 2021

Foto por Pexels

Olá mamacitas!

Chegamos na reta final de 2020, o ano que fez a gente tirar leite de pedra, que logo no primeiro ring fomos nocauteados. Agora é hora de encher os pulmões para o que nos espera em 2021, concentrar nos objetivos e ir, remar e remar…

Como uma mulher que segue se movimentando para continuar fazendo com que este espaço continue ativo, vou falar hoje sobre sinais que a nossa mente pode nos sabotar em relação àquela ideia que não sai do papel (ou da cabeça) e começar o projeto que tanto desejamos.

Mas, antes, pausa para falar do que a astrologia prevê para 2021. Ele será regido por Vênus, a deusa do amor, ou seja, será transbordante. O que não significa que será moleza. Será preciso nos olharmos com carinho para que as coisas possam acontecer como imaginamos, nos mais diversos cenários (finanças, carreira, alimentação, amor e por aí vai).

2021 exigirá colocar em prática as transformações (ou dar continuidade a elas!). De certa forma, a cartada final depois de um jogo duro que foi 2020. Pode parecer fácil falar, né? Embora esse choque entre a nossa cabeça e o coração em relação às nossas ideias seja meramente comum, a assombração da síndrome da impostora deve ser colocada no lugar dela — bem longe de cada uma de nós.

Com base em alguns conteúdos que encontrei pela internet, montei essa lista, abaixo, que espero ser útil não só para vocês, mas pra mim também!

1/ NÃO MENOSPREZE SEUS SONHOS
Não encare como um hobby ou uma distração se é algo que você tem uma missão definida e, lá dentro, acredita. Então por que não ir a fundo? Use o poder da metafísica, visualize na sua mente e escreva onde quer chegar (o papel tem poder). Mas, claro, faça por onde, arregace as mangas. Se quer colher o mel, não chute a colmeia. Não se acomode, vá atrás de novos conhecimentos, se planeje, se conecte com pessoas que vão te agregar e te fazer crescer.

2/ TENHA DISCIPLINA
Sair da zona de conforto, mudar hábitos exige esforço tremendo. Mas se seu sonho, vontade ou necessidade são maiores é preciso causar uma confusão o repensar os seus hábitos. Quando se joga pequeno está dando o que seu cérebro, que adora a zona de conforto, está pedindo. Bora estimular ele!

3/ NÃO TENHA COMPROMISSO COM A PERFEIÇÃO
Se a maior empreendedora do país, Luiza Helena Trajano, tem essa linha de pensamento por que cargas d’água contestar? Tudo bem ter medo de falhar, e errar é tanto humano quanto necessário pra aprender e evoluir. Mas isso só é possível quando nos permitimos sair do lugar. Como diz Dra. Carla Sarni, fundadora do Sorridents, “tem águia que acha que é galinha, passa a vida inteira ciscando pra não levantar voo.”

4/ LUTE PELAS CAUSAS QUE ACREDITA
Escute a sua intuição, o que o seu coração diz, por mais que todos estejam contra e a probabilidade de algo dar errado exista. Também não fique emitindo ao universo inseguranças com pedidos de desculpas a todo momento. Não que a gente não tenha mais que pedir desculpas, mas, sim, fazê-las quando forem realmente necessárias.

5/ FAÇA ALGO POR VOCÊ TODOS OS DIAS
Muitas pessoas das quais me inspiram tem o ritual de no primeiro momento quando acordam fazer algo por elas, para elas. Tem melhor forma de começar o dia do que fazendo algo que te faça bem e te inspire? Além de praticar o amor próprio, ajuda a criar a bendita da tal disciplina.

6/ VIVA O AGORA
Bingo! Como, como? Meditação ganha de lavada quando se fala disso. Se Dalai Lama consegue prestar atenção plena numa conferência de física quem somos nós para questionar o poder da medição?! Isso não significa que você precisa se transformar em um monge pra viver o tão distante, #sóquenão, “agora”. Aplicativos pra começar a meditar tem aos montes, basta querer, garota (viu, Fernanda?!).

Que em 2021 sejamos perseverança, renovação e coragem pra colocar aquilo que causa rebuliço dentro de nós pra fora. Da desordem, surge aquele movimento necessário para as coisas acontecerem, não é mesmo?! 💕

Como cuidar do estresse e buscar autoconhecimento

Imagem de Pexels

Os dias tem sido puxados, eu sei. E, já que estamos no final do ano, em vez de descer de uma vez ladeira abaixo bora segurar um pouco mais a onda e aproveitar a reta final desse ano tão atípico como uma oportunidade para se concentrar mais no nosso interior, cuidar das fraquezas inerentes à nossa natureza humana, se libertar de pensamentos e atitudes que nos fazem mal e vibrar coisas boas.

Essa jornada emocional e mental que estamos enfrentando é um verdadeiro teste de sobrevivência e já que estamos ainda ilhadas em casa o lema é “salvem-se quem puder”. Nessa toada de emoções e de cada um por si o jeito é buscar por conta própria o antídoto para essa loucura que foi se empilhando numa estante no decorrer de 2020.

Para montar a lista abaixo de como se livrar do estresse conversei com Chirles de Oliveira, com formação em psicologia positiva, praticante e estudante de mindfulness e dona da página (@felicidade_sustentável). Espero que ajudem vocês de alguma forma! 😀

RESPIRAR PARA RETOMAR
“As pessoas estão com muitas demandas e acabam sendo tomadas por suas atividades e isso causa um estresse constante. Sentir estresse não é algo ruim, é até importante porque ele pode nos impulsionar a fazer coisas, a questão é manter-se no estresse crônico e isso adoece qualquer ser humano.”, destaca Chirles.

“Nunca foi tão necessário como agora fazer pequenas pausas durante o dia”, o que ela chama de “pausas para a felicidade”. Durante o trabalho, Chirles recomenda parar por alguns minutos e fazer algumas vezes seguidas a respiração consciente (inspirar empurrando a barriga e expirar puxando a barriga, como se tivesse enchendo uma bexiga).

QUANDO A MÁQUINA PAUSA, ELA REALMENTE FICA PARADA, MAS QUANDO O HOMEM PAUSA, OBSERVA, ELE COMEÇA A CRIAR, A FLORESCER”, DESTACA CHIRLES.

OBSERVAR CURA
“Outra prática simples é apreciar alguma coisa que você tem na sua casa, você gosta e sente gratidão por ela.”, diz. Admirar uma planta, uma flor, um prato de comida, uma foto que traz memórias boas, observar o pôr-do-sol, a lua…, sugere Chirles.

“Essas pequenas ações que despertam a atenção plena para um olhar apreciativo são caracterizadas como savouring“, explica.

DISPOSIÇÃO PARA A FELICIDADE
“A gratidão é uma habilidade para a felicidade, é uma emoção positiva, e existem vários estudos da psicologia positiva que comprovam o quanto ela também nos traz bem-estar, satisfação e contentamento com a vida.”, diz Chirles. Por isso, ela recomenda todo dia antes de dormir anotar no caderno três coisas boas que aconteceram no dia, escrever o porquê foram positivas, quem participou e quais sentimentos foram despertados.

Por aqui, tenho meus rituais pra aliviar o estresse e renovar as energias, mas sempre é bom escutar um especialista no assunto pra trazer uma dica nova. Um podcast que tenho escutado muito é o Mercúrio Antroposofia, que propõe ampliar a consciência a partir de reflexões fundamentais da Antroposofia, ciência espiritual moderna com nome do grego que significa “conhecimento do ser humano”. Fundada pelo filósofo austríaco Rudolf Steiner, é a base da pedagogia Waldorf. Recomendo os dois mais recentes episódios do podcast: Atitudes Anímicas e Coragem e Superação.

Bjs, se cuidem!

8 coisas para fazer para você

Foto por Rowan Chestnut/ Unsplash

Em tempos de Instagram em que a comparação acontece 24 horas por dia é comum a gente querer, mesmo que inconscientemente, viver a vida dos outros. Mas nos esquecemos que cada pessoa tem um mundo pessoal e desconhecido dentro dela. Suas experiências de vida, valores e expectativas são diferentes. Deixar de se ludibriar com a vida do colega do outro lado do celular e viver a nossa realidade é um trabalho contínuo em meio a esse ecossistema virtual maluco. Pensando nisso, montei essa lista. Me conta o que acharam, vai.

  1. Encontre os porquês. Tudo tem que existir um porquê e muitas as vezes a gente não questiona as coisas. Por que estamos sentindo de determinada maneira? Por que queremos fazer tal viagem? Qual o padrão que uso como referência para julgar a mim mesmo e aos que me cercam? Em alguns casos, a resposta pode demorar a vir, mas quanto mais levar tempo, mais consistente e precisa será a resposta.
  2. Se distancie das “telas” no fim de semana. Deixa o celular longe e, no máximo, atenda as ligações. Nada de rede social e nem Netflix. Aproveita a casa, vá ao parque, curta as coisas simples e analise depois o que repercutiu na sua mente e quais foram as ideias.
  3. Observe a sua respiração, se ela está curta ou se está te atrapalhando para falar.
  4. Faça alguma causa nobre que vai te trazer o sentimento de felicidade por ajudar o próximo, como visitar uma entidade e fazer doações.
  5. Se observe antes de se desculpar por tudo. Veja se realmente cabe uma desculpa ali ou se é exagero ou encanação sua.
  6. Leia um livro se realmente você quiser lê-lo e não porquê o mundo todo está falando dele. Pergunte-se: esse livro realmente é interessante para mim?
  7. Dê importância às coisas boas e deixe as ruins de lado. Quanto mais você falar dos problemas, maiores eles se tornarão. Então, enaltece as notícias que trazem boas sensações.
  8. Por fim, veja coisas que te façam rir de doer a barriga.